Apresentador da SporTV, Rodrigo Rodrigues morre aos 45 anos

Apresentador da SporTV, Rodrigo Rodrigues morre aos 45 anos

Morreu hoje, aos 45 anos, jornalista, músico e escritor Rodrigo Rodrigues. Ele teve diagnóstico de covid-19 e estava internado desde o último sábado no Hospital Unimed-Rio, no Rio de Janeiro.

Chip pode estar ligado à nova vacina contra Covid

Ele foi diagnosticado com o Covid-19 e, mais recentemente, teve uma trombose venosa cerebral, que obrigou a passar por uma intervenção cirúrgica.

Pois no último boletim divulgado pela Unimed-Rio, o hospital divulgou que havia passado por uma cirurgia para diminuir a pressão intracraniana e seguir em coma induzido.

Mas ele teve diagnóstico de Covid-19 e estava internado desde o último sábado no Hospital Unimed-Rio, no Rio de Janeiro.

Pois o apresentador Rodrigo Rodrigues nasceu no Rio e fez carreira em diversos canais de televisão, como TV Cultura, SBT, ESPN Brasil, Band, Gazeta e Esporte Interativo. No SporTV, ele comandou programas como “Troca de passes”, “Redação SporTV”, “SporTV News”, “Tá na Área” e “Seleção SporTV”, além de ancorar o “Globo Esporte” em esquema de plantão aos sábados na TV aberta.

Apresentador da SporTV, Rodrigo Rodrigues morre aos 45 anos.

Mas além do esporte, o jornalista também trabalhou na área cultural, em programas como “Vitrine”, da TV Cultura, “5 Discos”, da Gazeta e “Cor de Rosa”, do SBT. Pois ele ainda lançou livros: “As Aventuras da Blitz”, sobre uma trajetória de grupo musical comandada por Evandro Mesquita, e “London London”, um guia para conhecer Londres.

“Comece desenhando, passe para o violão e aí, quando achar que será professor de artes e tocar na noite. Pois faça um teste acidental e virei apresentador.

Em nota oficial, o hospital Unimed Rio confirmou a morte do apresentador. Leia abaixo na íntegra:

O Hospital Unimed-Rio informa, com pesar, que, após a realização de protocolo de avaliação na manhã desta terça-feira, foi atestada morte encefálica no paciente Rodrigo de Oliveira Rodrigues. O paciente encontrava-se em estado grave e coma induzido, em unidade de terapia intensiva. Desde o último domingo, 26/07, após ter sido submetido a procedimento para diminuição da pressão intracraniana em decorrência de uma trombose venosa cerebral. Rodrigo havia dado entrada na emergência da nossa unidade no sábado, 25/07, com quadro grave e diagnóstico prévio de Covid-19. Toda a equipe do Hospital Unimed-Rio se solidariza com familiares, amigos e admiradores do trabalho de Rodrigo Rodrigues.

Envie seu comentário