Tudo sobre vinagrete: comer cebola e tomate juntos garante benefícios em dobro

Tudo sobre vinagrete: comer cebola e tomate juntos garante benefícios em dobro

Acompanhamento essencial para as carnes do churrasco e do prato de feijoada, o vinagrete não somente realça os sabores dos pratos como também pode ser excelente aliado da saúde, já que a combinação entre cebola e tomate do preparo é uma “bomba” de nutrientes.

Comer vinagrete faz bem para a saúde

Cebola previne câncer e fortalece os ossos

Estudos apontam ainda que o consumo regular de cebola pode ajudar a prevenir tipos comuns de cânceres e melhorar a densidade óssea, reduzindo assim os riscos de fraturas e osteoporose.

O alimento ainda fortalece o sistema imunológico, diminui o colesterol ruim e melhora o funcionamento do intestino.

Tomate ajuda a evitar câncer de estômago

Boa fonte de vitaminas e minerais, o tomate é conhecido por melhorar o desenvolvimento de dentes, ossos e músculos e também a proteger o sistema imunológico.

O alimento é rico em licopeno, um fitoquímico que dá a cor ao alimento e um dos principais responsáveis pela prevenção de dois tipos de cânceres graves muito comuns: de próstata e de estômago.

Você provavelmente já sabe que o arroz integral, por ser mais natural e não passar pelo processo de polimento, é mais saudável e adequado para perder peso, certo? O alimento, ao contrário do tradicional arroz branco, preserva sua camada externa e, consequentemente, maiores propriedades nutricionais.

Além disso, o arroz integral é rico em fibras, vitaminas e minerais, que promovem bom funcionamento do intestino, garante maior saciedade, ou seja, diminui a fome, e ainda reduz a absorção de gordura. No entanto, se você não consegue se adaptar ao sabor da versão integral, saiba que pode transformar o arroz branco em um prato mais saudável, com algumas mudanças simples no preparo.

Dicas para deixar o arroz branco mais saudável

1. O primeiro cuidado é na hora de temperar o arroz branco. Diminua ao máximo a quantidade de sal na preparação e, além da cebola e do alho, aposte em ervas frescas e especiarias, incluindo temperos termogênicos, para dar mais sabor ao prato, variar no cardápio, garantir mais saúde e aumentar suas propriedades que ajudam a perder peso.

2. Fuja dos temperos prontos e industrializados, como os vendidos em tabletes. As opções são ricas em sódio, conservantes e corantes e provocam diversos prejuízos à saúde, como danos aos rins e aumento dos níveis de colesterol e pressão arterial.

3. Na hora de refogar o arroz, dê preferência a óleos vegetais, como os girassol, milho e canola, que demoram mais tempo para gerar compostos que prejudicam o organismo. Evite usar margarina e tome cuidado com as quantidades de gordura: apenas 1 colher de óleo é suficiente para refogar 1 xícara de arroz.

4. Combine o arroz branco com vegetais variados, como ervilhas, milho ou cenoura ralada, por exemplo. As opções enriquecem a preparação, já que são boas fontes de vitaminas, minerais e nutrientes.

5. Inove o preparo do arroz branco com adição moderada de oleaginosas. Incluir no prato opções como nozes, amêndoas e castanhas, além de garantir sabor extra, ainda deixam o alimento mais completo e saudável. As oleaginosas são ricas em gorduras boas que ajudam a reduzir o colesterol, promovem saciedade e reduzem a velocidade com que o carboidrato é absorvido pelo organismo.

6. Insista na combinação entre arroz e feijão para emagrecer. A dupla clássica da mesa dos brasileiros garante saúde e perda de peso porque os alimentos são complementares. A leguminosa é rica em fibras que melhoram o trânsito intestinal e saciam, além de poder manter os níveis de glicemia no sangue estáveis. Os aminoácidos do arroz e do feijão, juntos, formam uma proteína de alto valor nutricional.

Envie seu comentário