Vírus raro que passa de pessoa para pessoa causa mortes na Bolívia

Vírus raro que passa de pessoa para pessoa causa mortes na Bolívia

Um vírus raro responsável por febre hemorrágica chamado Chapare está em circulação na Bolívia. O alerta foi feito por um grupo de pesquisadores dos Estados Unidos que monitora a situação. Houve a confirmação de transmissão entre humanos na capital La Paz, no ano passado, com cinco infectados e 3 mortes.

Vacina contra câncer criada em Harvard é eficaz em 100% dos testes

“Nosso trabalho confirmou que um jovem residente médico, um médico de ambulância e um gastroenterologista contraíram o vírus após encontros com pacientes infectados — e dois desses profissionais de saúde morreram mais tarde”, disse Caitlin Cossaboom, epidemiologista da Divisão de Patógenos e Patologia de Alta Consequência do Centro de Prevenção e Controle de Doenças (CDC), dos EUA.

vírus raro na Bolívia

Crédito: Koto_feja/istockVírus raro causa morte na Bolívia e levanta preocupação entre os cientistas

De acordo com os cientistas, o vírus é de uma família viral, os arenavírus, capaz de provocar sintomas parecidos com os do Ebola e da dengue, como febre, dores abdominais, vômitos, erupção cutânea e dor atrás dos olhos.

Geralmente, a transmissão ocorre a partir do contato de humanos com roedores infectados, porém, acredita-se que fluidos corporais podem carregar o vírus.

Diferentemente do coronavírus, que é transmitido pelo ar, os vírus transmitidos por fluidos corporais costumam ser mais fáceis de serem controlados. No entanto, isso não significa que eles não sejam perigosos.

Como não há tratamento específico para a infecção do Chapare, os pacientes só recebem medicamentos que aliviam os sintomas.

Envie seu comentário